quinta-feira, 26 de abril de 2018

Como os simulados podem te ajudar a estudar para concursos


Na maioria das vezes, os simulados acabam sendo menosprezados pelos próprios estudantes e, eventualmente, não realizados. Isso acaba sendo mais comum do que se imagina, já que alguns acreditam que seja uma perda de tempo.

Mas, aqueles que negligenciam o simulado perdem uma oportunidade muito grande de aprender mais. Treinar seus próprios conhecimentos é essencial para evitar que os esqueça ou que seja derrotado pelo nervosismo na hora H.

Além dos simulados representarem um preparo físico e mental, podem te ajudar a cronometrar seu tempo de raciocínio e sair na frente dos outros candidatos. Vamos entender?

Conhecendo o campo de batalha

Se você só coloca em pauta, todos os dias, o que você vai estudar sem se preocupar com o tipo de prova que vai encarar, saiba que está perdendo seu tempo. Por mais que você estude, como vai passar se não saber interpretar as questões?

Você precisa se familiarizar com o tipo de prova que vai prestar. Para isso, você pode pegar provas antigas, estudar por elas e, por fim, usa-las como teste para avaliar seu nível de aprendizado. Só saber as regras do certame não é o suficiente.

Criando estratégias

Uma coisa muito importante na prova árdua de um concurso é saber escolher bem seus oponentes (nesse caso, as questões). Você pode começar pelas mais fáceis e ir pulando ou começar pelos temas com os quais você é mais familiarizado.

Essa decisão é muito importante, pois vai nortear todo o seu ritmo. Perto do final da prova o ideal é que você esteja apenas preenchendo o gabarito e não quebrando a cabeça com questões finais, entende?

Assim sendo, o simulado – que, nesse caso, pode ser a prova anterior – vai te ajudar a comprimir seu tempo, desenvolver seu raciocínio e, assim, te condicionar a pensar cada vez mais rápido.

Uma bússola mais do que eficiente

Se você já assistiu os Piratas do Caribe, sabe que a bússola do Jack só funciona quando ele realmente deseja alguma coisa. O mesmo acontece com seu simulado: se você não se empenhar no que faz, não vai atingir resultados.



Por si só, o simulado é mais do que eficiente para treinar o raciocínio e guiar sua trilha de aprendizado, quando bem realizado. Mas, se você pretende utiliza-lo bem, deve respeitar todas as regras do certame, mesmo que não estejam valendo na hora.

Maus hábitos podem mostrar-se na “coisa real” e esse é o único perigo. Por isso, simule com cuidado tudo aquilo que você pretende colocar em prática e guie-se pelo campo de batalhe de forma mais eficiente.

Entrando em campo como uma panela sem pressão

Uma das maiores vantagens na realização do simulado é a familiarização com a prova. Mesmo que essa seja sua primeira tentativa no concurso que você pretende, é possível interpretar muito bem as questões e diminuir o nervosismo.

Quanto mais familiar, melhor. O nervosismo pode te fazer errar questões simples ou te fazer esquecer de informações importantes, por isso, treine bastante antes de entrar em um campo de batalha cheio de tensão.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Quem tem direito à isenção nas taxas de inscrição de concursos públicos?


Embora a isenção das taxas de inscrição em concursos públicos seja bem discutida, não existem rodeios: tudo vai depender do certame. Isso acontece porque não existe uma regra muito clara em relação a isso e, mesmo que haja lei, alguns certames acrescentam novas condições.

Essa situação é um pouco desconcertante por não existir um padrão específico para o benefício. No entanto, as entidades estão – de acordo com a lei – criando suas próprias regras sem esquecer-se, de modo geral, dos menos favorecidos.



A isenção da taxa de inscrição acontece porque os princípios constitucionais de igualdade na função social do trabalho estão sendo respeitados. O concurso público precisa ser democrático e, assim, seu acesso também deve existir para os menos privilegiados.

Concursos Federais

Nos Concursos Federais, a isenção da taxa está regulamentada pela lei 8.112, artigo 11 do decreto 6.593/08. Está isento do pagamento total da taxa de inscrição quem for portador de registro no CadÚnico, um cadastro para famílias de baixa renda.

Também serão isentos das taxas, pelo decreto 6.135/07, todo aquele que for membro de família de baixa renda – o que se entende por uma renda de até meio salário mínimo individual ou até três salários mínimos por família – e tiver como provar.

Concursos Estaduais

Já nos Estados, os critérios podem variar um pouco mais. Em São Paulo, por exemplo, estão isentos das taxas todos aqueles que realizarem doação de sangue com frequência de no mínimo 3 vezes ao ano, segundo a lei 12.147/2005.

Em Minas Gerais, estão isentos das taxas aqueles que estão comprovadamente desempregados, segundo a lei estadual 13.392/99. Já no Rio Grande do Sul, segundo a lei estadual 13.153/09, estão isentos das taxas os portadores de deficiência e aqueles com renda mensal de até um salário mínimo e meio.

O que deixo em evidência aqui é: começando pelos concursos estaduais até os municipais, de estado para estado todas as condições podem se modificar, com exceção da condição de inclusão de pessoas de baixa renda, que é fixa.

Concursos Municipais

Os concursos municipais, assim como os estaduais, possuem autonomia para criar suas próprias regras, contanto que não existam problemas em relação à inclusão das pessoas de baixa renda que, de acordo com a lei, são as cadastradas no CadÚnico ou aquelas com menos de três salários mínimos mensais comprovados.

Da Isenção das taxas

Se você se encaixa em “baixa renda” ou tem dúvidas em relação às regras do seu estado ou município, basta consultar os responsáveis diretamente mediante o contato disponibilizado no próprio certame ou ir à secretaria mais próxima.

Para solicitar a isenção das taxas você deve priorizar o que diz o certame. Preste bem atenção nos prazos estabelecidos pelo órgão responsável pelo concurso e entregue, detalhadamente, a comprovação dos requisitos necessários para a obtenção da isenção ou ao menos a redução da taxa.

Após solicitar o benefício da isenção das taxas, esteja sempre atento se este foi ou não concedido. Muitas vezes o concurso entende que você não preenche todos os requisitos suficientes para solicitar o benefício e te nega, o que pode resultar na exclusão do concurso. Por isso, caso isso aconteça, esteja sempre preparado para efetuar o pagamento o mais rápido possível e dentro do prazo.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Como ter mais disciplina para estudar para concursos


Por mais incrível que pareça, uma das principais dificuldades de um concurseiro não é encontrar as provas ou procurar por editais, mas, estudar. Isso acontece porque, por via de regra, fisiologicamente, nossa atenção tem pouca duração e facilmente nos distraímos.

É claro que isso pode ser controlado e exige até treino, mas muitas pessoas não conseguem concentrar-se eficientemente e acabam se dando um pouco mais do que mal.



Por isso, separamos algumas dicas legais pra te ajudar a ter mais disciplina para estudar para o seu concurso e ter um bom desempenho. Vamos conhece-las?


1.       Crie uma rotina

Você já deve ter ouvido falar bastante nesse tópico, mas, talvez, não tenha visto “como fazê-lo”, certo? Para criar uma rotina, você precisa saber do que você gosta ou não gosta. Simples, certo?

Isso quer dizer que você precisa encontrar o melhor horário que te deixa mais concentrado, fazer uma comidinha leve para passar o tempo e regular um tempo x com um despertador para estudar. Esse último tópico acaba sendo muito importante para propiciar a rotina e o desenvolvimento do hábito de estudar.

Comece aos poucos. Tire 30 minutos, depois uma hora e até três horas de estudo por dia. Tome nota para nunca ultrapassar esse tempo e comece por assuntos com que você tem mais familiaridade.

2.       Organize seu tempo

Não só utilize o despertador para ajudar nos seus estudos, mas, para te guiar o dia inteiro. Durma e acorde cedo, faça atividades todos os dias que te deem prazer, inclusive estudar.

Para ter bons resultados, você não precisa estudar todos os dias e o dia inteiro. Afinal, todos nós temos nosso próprio ritmo, que precisa ser respeitado. Você pode começar estudando duas vezes na semana, organizar-se para três ou quatro ou diariamente com o tempo e de acordo com a necessidade.

3.       Escolha um lugar diferente pra estudar, amplie seus horizontes!

Muitas pessoas – eu, inclusive – não conseguem estudar em casa. Por esse motivo optam por bibliotecas, escritórios ou até mesmo alugam algumas salas para este fim.

Procure um ambiente que te deixe mais despreocupado e confortável, que seja silencioso e preferencialmente te proporcione uma luz natural, desprovido de distrações.

Mantenha o foco no que está fazendo. Se ainda assim estiver difícil, você pode começar fazendo pequenos resumos sobre os temas que precisa estudar e lê-los depois.

4.       Estabeleça metas

Dentre as dicas abordadas aqui, acredito que essa seja a minha favorita. As metas são muito importantes do ponto de vista motivacional: se você disser que até o fim da semana quer aprender x assuntos, você vai.

Você pode até se recompensar no final da semana – o que faço, e muito – com uma saída com os amigos, com a namorada ou simplesmente um dia sentado no sofá assistindo a Netflix. O sistema de recompensas funciona e pode ser uma dica valiosa para você, que se distrai até demais.

5.       Não deixe as matérias mais difíceis pra depois!

É muito comum encontrar textos e mais textos falando pra começar pelas matérias mais fáceis: de fato, estou de acordo. O problema é que, muitas vezes, protelamos as mais difíceis e, em alguns casos, nem mesmo as estudamos por preguiça ou falta de afinidade.

A dica aqui é intercalar suas sessões de estudo com matérias que você gosta e desgosta. Fazendo isso, estará evoluindo nas duas e, quando menos esperar, estará gostando de ambas.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Concursos previstos para o segundo semestre de 2018


Embora o ano mal tenha começado, muitas pessoas já estudam para possíveis oportunidades de começar o próximo ano melhor ainda, esperando por alguns concursos públicos imperdíveis.

Eles não só estão disponíveis em nível médio e superior como também têm previsão de abertura e lançamento de edital entre junho e setembro. Para se preparar, basta acompanhar as últimas provas e escolher seu campo de atuação, certo? Vamos conferir!




Concurso do Tribunal de Justiça do Distrito Federal

Para quem não estava acompanhando, no último mês – especificamente no dia 19 – se encerra a validade do último concurso que foi lançado sem a probabilidade de prorrogação.

O órgão já divulgou uma previsão de vagas para indivíduos de ensino superior na área da saúde e jurídica, com salários de até R$11.911,00. Fique de olho porque o projeto está em fase administrativa de análise. Não perca essa oportunidade!

Concurso do Ministério Público da União – MPU

Nosso próximo queridinho ainda permanece em elaboração. Esse concurso tinha previsão de sair no último ano, mas, foi adiado para possibilitar sua reabertura em diversos outros estados e trazer uma remuneração mais do que justa.

No momento, sabe-se que falta escolher uma banca avaliadora competente e definir detalhes da seleção. Tudo indica que saia neste meio do ano, como planejado.

O último concurso contou com vagas para médicos, psicólogos, dentistas e demais profissionais da área de saúde pertencentes ao ensino técnico e superior. Acredita-se que as oportunidades se repitam com um salário inicial de R$10.491,90.

No entanto, especula-se que também sejam abertas vagas de nível médio, onde os participantes possam concorrer também para os cargos de analista e técnico com remuneração inicial variando entre R$7.591,37 a R$12.455,30.

Concurso da Receita Federal – RFB

Para compor seu pessoal, a RFB solicitou um certame que visa preencher incríveis 2.083 vagas. Desse total, 630 são destinadas a auditores e 1453 para analistas, onde a recomendação foi de que todos possuam nível superior. Para valorizar o trabalho, contaremos com incríveis R$16.201,64 iniciais.

Concurso da Polícia Federal

Disponibilizando novas vagas para o nível médio e superior, o concurso da PF que pode estar sendo divulgado em meados do meio ou fim de ano, oferece 500 novas vagas para compor seu quadro de pessoal.

São 40h semanais muito bem pagas que planejam ser desempenhadas em escalas de 24h/72h. A PF pretende contratar agentes, peritos e delegados. A remuneração inicial se limita em até, pasmem, R$23.130,84 com reajuste após o vencimento – dados os benefícios – o valor sobe para R$24.150,74.

Concurso da Polícia Rodoviária Federal

Aguardando apenas posicionamento de autorização do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, o certame visa oferecer um total de 2.778 vagas destinadas para profissionais de ensino superior.

Para concorrer ao cargo, basta possuir uma carteira de motorista CNH Be possuir ensino superior em qualquer área de formação. O salário inicial é de R$9.500,00. Vai perder?

Companhia do Metropolitano de São Paulo

Um concurso para o Metrô em São Paulo está previsto para agora em 2018. Deve disponibilizar vagas para diversas carreiras onde, dentre elas, é possível contemplar a de agente de segurança.

O cargo exige conclusão do ensino médio e requisitos básicos de estatura. Com uma jornada de 40h semanais, a remuneração pode chegar até R$3.738,00 que só poderá ser contemplada mediante aprovação em teste teórico e de aptidão física.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Dicas para manter o foco antes do concurso


Prestar um concurso é, de fato, muito desgastante. Não só o cronograma de estudos como também o estresse e o nervosismo desenvolvidos antes da prova são prejudiciais à saúde mental como um todo
.
Por esse motivo, estamos todos condicionados a desviar a atenção ou esquecer de um ou dois dias de estudo para relaxar um pouco. Infelizmente, isso pode prejudicar o desempenho e atrapalhar o foco antes do concurso, se não controlado.

Por isso, vamos a algumas dicas que podem tanto te ajudar a manter o foco antes do concurso propriamente dito, como reorganizar seu cronograma de estudos para algo um pouco mais leve e menos cansativo.



Não durma tarde

Se você vai prestar um concurso de saúde, claro que deve saber o sono é fator primordial na designação de humor e energia. Se dormimos tarde e acordamos cedo ou mais tarde ainda, nosso metabolismo desacelera e a tendência é deixar a preguiça dominar mais ainda.

Durma nos horários certos e cumpra o mínimo de oito horas diárias. Quando bater o cansaço, pare um pouco, beba um chá ou um café, mas mantenha-se ativo para continuar sua rotina.

Não estude até apagar

Um dos piores erros dos concurseiros é “estudar até o último minuto” como último recurso. Isso não funciona, acredite em mim. Quanto mais desespero você colocar nas suas ações, pior.

Imagine que as informações novas possam sobrepor as antigas, o que acontece? Dá branco, claro. Por isso, não se esforce demais e leve tudo a seu tempo, sem estresse.

O tempo de estudar é até um a dois dias antes da prova. Precisa de mais tempo do que isso? Sem chance, você não vai conseguir absorver novas informações só porque você quer. Mantenha seu ritmo e se mantenha tranquilo.

Faça resumos e aplique simulados

Se você tem dificuldade em absorção de informações, por qualquer que seja o motivo, o ideal é criar slides ou resumos que te reflitam as informações que você julga serem as mais importantes.

Aplique simulados e teste seus conhecimentos e a utilidade dos seus resumos, slides ou mesmo flashcards. Não perca tempo e organize-se para melhorar sempre.

Antes do concurso, por essas serem informações de fácil acesso e servirem como uma espécie de mapa mental, você entenderá o que precisa lembrar na hora. Leituras cansativas podem te fazer perder tempo e piorar seu desempenho, mesmo que sejam para uma revisão de última hora.

Tire um tempo para você, mas, controlado

Não existe nada mais desgastante do que o estresse decorrente de uma prova que você precisa passar ou quer muito isso. A cobrança pode te deixar nervoso e omitir todo o seu potencial durante a prova.

Por isso, tire um tempo para você, relaxe e deixe tudo acontecer. Se você se esforçou o suficiente até aqui, insegurança não é uma opção. Afinal, a única coisa nesse mundo que não pode te trair é seu próprio conhecimento.

Evite se abster de tudo para estudar. Assim como nem só de pão vive o homem, nem só de papéis vive o concurseiro. Saia um pouco e reorganize sua rotina sempre que precisar.

Mas, atente: tudo tem tempo. Evite passar mais de um horário ou dia nesse “relaxamento” provisório. Afinal, bons hábitos são difíceis de se instalar, mas, os maus, só precisam de uma oportunidade.

terça-feira, 20 de março de 2018

Dicas para as provas da Cesgranrio


A Cesgranrio é uma banca muito famosa por estar responsável por alguns dos concursos mais importantes do Brasil. Felizmente, suas questões são um pouco mais previsíveis que as demais bancas e cada questão tem 5 alternativas com apenas uma correta.

Por mais que, teoricamente, as questões sejam um pouco mais fáceis que as demais, ainda fazem parte de concursos muito concorridos como o da Petrobras, por exemplo.

Por isso, não subestime as provas da Cesgranrio e segure essas dicas importantíssimas para te ajudar na sua preparação.



Leia o Edital com atenção

O certame, quando divulgado, geralmente vem acompanhado de um anexo com todo o conteúdo programático que será cobrado na prova. Verifique com atenção os tópicos que têm sido pedidos e quais as referências teóricas indicadas. 

As provas da Cesgranrio costumam seguir fielmente o que foi proposto, por isso, é muito importante que você também siga fielmente todas as instruções do edital, como numa receita de bolo.

Faça provas anteriores da Cesgranrio

Alguns temas semelhantes são passíveis de cair, juntamente a algumas referências parecidas. Nesse caso, a prova anterior pode se tornar uma ótima aliada na hora de programar seus estudos para um concurso que tenha a Cesgranrio como banca.

Além disso, a melhor maneira de conhecer como a banca trabalha é realizando suas provas passadas. Essa prática não só te ajudará a interpretar melhor as questões da Cesgranrio, como também te ajudará a melhorar o seu desempenho.

Comece pelas questões que possui mais afinidade ou, ainda, por aquelas que você tem mais dificuldade. Treine sempre e reserve um dia na semana ou no mês para este fim.

Calcule o tempo das questões

Essa prática não só vale para os concursos ministrados pela Cesgranrio, como para os demais. É necessário cronometrar seu tempo com atenção para evitar deixar uma ou mais questões em branco.

Pelo edital do concurso, você fica sabendo quanto tempo tem disponível para realizar a prova e, a partir dele, deve se empenhar em resolver as questões o mais rápido possível para reservar um mínimo de 20 minutos para transcrever as respostas para a folha de gabarito.

Comece pelas questões mais fáceis

Não há nada de errado em começar pelo tema que você sente mais afinidade ou, ainda, facilidade em assimilar. Começando pelas questões mais fáceis, você economiza tempo e ganha mais confiança para responder as demais.

Mas, calma. Não vá esquecer-se de marcar as questões puladas, para não esquece-las. Vá do fácil ao mais difícil e reserve um tempo maior para aquelas em que tem um pouco mais de dificuldade.

Tenha disciplina
Crie um cronograma de estudos rotativo para lidar não só com suas preferências e matérias com que se dá melhor como também aquelas que não são muito bem seu forte.

Você não precisa estudar  24 horas por dia, mas, no mínimo, estabeleça uma rotina de estudos diária para seguir fielmente. Comece com um ritmo mais lento e depois acelere o ritmo.

O aprendizado é demorado, mas, não impossível. Além disso, estudar para provas de concurso público exige muito esforço e dedicação para alcançar o seu objetivo.

terça-feira, 13 de março de 2018

Por que fazer um curso preparatório para concursos online é uma boa opção?


Geralmente, quando pensamos em cursinhos preparatórios, as primeiras ideias que vêm à mente são: matérias isoladas e cursinhos locais propriamente ditos escolhidos depois de muita pesquisa.

Seja por ineficiência, preços exorbitantes ou falta de demais explicações, os cursos online dificilmente são considerados uma boa opção pela maioria das pessoas.



Mas, não se engane. Aprendendo com os erros dos adversários, muitos cursos preparatórios online evoluíram e, hoje, são considerados autoridade no assunto.

Por que fazer um curso preparatório online?

Diferentemente dos cursos preparatórios que estamos acostumados a frequentar, os online possuem vantagens esmagadoras:

·         Em qualquer lugar: cursos online oferecem uma plataforma que viabiliza múltiplos acessos diários. Você não precisa de um horário fixo para estudar, mas, pode usufruir do conteúdo em qualquer hora do dia e quando sentir vontade.

·  Praticidade: muitas pessoas têm vergonha de levantar suas mãos e sanar possíveis dúvidas pessoalmente. Muitos cursos online possuem agora chats e horários de interação individual com seus professores, além de vídeo-aulas complementares sobre determinado conteúdo.

·         Comodidade: você não precisa se deslocar para ir até seu curso. No conforto da sua casa, você pode assistir as vídeo-aulas e ler artigos pertinentes direto do celular ou notebook.

·       Pausa: em cursos presenciais, existem intervalos. No entanto, 15 minutos dificilmente são suficientes para colocar sua mente em ordem. Os cursos online oferecem a pausa do conteúdo em qualquer momento. Você pode retomar sempre que achar que entendeu ou relaxou o suficiente.

·      Custo-benefício: em alguns casos, recorrer a um cursinho presencial pode sair um pouco caro. Cursos online geralmente são mais baratos. Se você tem dúvidas sobre a contratação, a maioria dos cursos online oferecem, como estratégia de marketing, 7 dias de conteúdo gratuito para mudar sua opinião.

Ouvi falar que cursos preparatórios online para concursos são ruins

De fato. Alguns cursos levam a fama dos demais e descreditam os que realmente valem a pena.

Entenda o seguinte: cursos online são versáteis e são disponibilizados para todos os níveis de escolaridade de acordo com a lei de cursos livres. Alguns até mesmo geram certificado.

Essa modalidade de curso preparatório tem a sua disposição um conteúdo ilimitado disponibilizado pela rede em vários formatos e são autores de vídeos, blogposts, gifs, comentários, questões comentadas e tantos outros meios de ensino.

Conheça os cursos da Hamplia

Nossa missão é passar conteúdo de maneira simples, direta e divertida com o objetivo de aprimorar seus conhecimentos.

Aqui são terminantemente proibidas aulas chatas e mecânicas! Nossos professores têm experiência nos assuntos lecionados e vão fazer de tudo para passar o conteúdo das aulas de uma maneira mais dinâmica e diferente de outros cursos por aí!

Somos uma ferramenta para você alcançar o seu objetivo: APRENDER!
Quer saber por que surgiu a Hamplia e como são nossos cursos? Acesse nosso site.